O papa Francisco confessa que buscou a ajuda de um Psicólogo

O Papa Francisco revelou que fez sessões de psicanálise  durante um período confuso de sua vida. O jornal italiano ‘La Stampa informa sobre isso, citando uma entrevista recente com um escritor francês.

“Eu fui a consultas com uma psicanalista, por seis meses, uma vez por semana, para esclarecer algumas coisas”, revelou o sacerdote.

Jorge Mario Bergoglio  – o primeiro papa em 1.300 anos que não é europeu – disse que tinha 42 anos na época, período em que concluiu sua experiência como provincial dos jesuítas na Argentina. O Papa também disse que manteve um relacionamento de amizade com a terapeuta  até os últimos dias.

“Então, um dia, quando estava prestes a morrer, ela me chamou, não para receber os sacramentos, já que ela era judaica, mas para um diálogo espiritual”, disse o religioso em sua conversa com o sociólogo Dominique Wolton.

“Ela era uma pessoa muito boa, e me ajudou muito “, disse Francisco.

RT

Deixe uma resposta